Romance e mistério na medida certa - Resenha de "Deslumbrante", de Madeline Hunter

Fonte da imagem: Leitura Maravilhosa



Título: Deslumbrante (Ravishing in Red )
Autor: Madeline Hunter
Tradução: Ana Alvares
Editora: Leya
392 páginas
Livro 1 da série "As Flores Mais Raras"

Sinopse: Numa época em que a reputação de uma mulher é o seu bem mais precioso, Audrianna desafia todas as convenções. Ela é uma jovem determinada, independente - e disposta a tudo para aniquilar o seu adversário, o convencido Lord Sebastian Sommerhayes. Entre os dois está um homem - o pai de Audrianna, que morreu envolto nas malhas de uma conspiração. Para ela, essa tragédia significou o fim da sua inocência. Para Sebastian, que liderou a investigação, foi apenas uma morte merecida. Audrianna jurou limpar o nome do pai, mas nunca esperou sentir um desejo tão avassalador pelo homem que o arrasou. A busca pela verdade vai levá-la demasiado longe numa sociedade que é implacável perante a ousadia feminina. Ao ver-se mergulhada num escândalo que pode ser fatal, Audrianna tem apenas uma inconcebível opção.

Fui ler "Deslumbrante" porque ganhei o segundo livros da série e tive que procurar o começo dela. nunca tinha lido nada da Madeline Hunter, e só posso dizer que gostei bastante do estilo dela de escrever. A leitura flui facilmente e é muito envolvente, tanto no romance quanto na pate de mistério e suspense.

A história gira em torno de Audrianna, que parte em busca de justiça, após seu pai cometer suicídio por ter sido acusado de algo que não fez. Seu alvo é  Lorde Sebastian Sommerhayes, o responsável pela investigação que acabou levando à acusação do pai de Audrianna. Em meio à sua busca por respostas, os dois acabam presos em uma situação constrangedora, que pode arruinar a reputação dela e atrapalhar a investigação. Desse modo, as circunstâncias acabam empurrando estes dois a um casamento forçado e uma parceria em busca do verdadeiro culpado.

Gostei bastante do livro, embora algumas partes tenham sido mais lentas, mas nada que atrapalhe a leitura ou te faça ter vontade de desistir. As duas tramas - o romance e o mistério - são muito bem desenvolvidas, o que acaba te prendendo do começo ao fim. 

Vale ressaltar a relação entre Sebastian e seu irmão, o marquês, que sofreu um  acidente na guerra e voltou sem poder andar. Por isso, Sebastian acaba por ser "as pernas" do irmão e representá-lo nas importantes reuniões e ser sua voz nas decisões a serem tomadas. Por causa disso ele se sente preso a essa função que não queria, mas ao mesmo tempo, tem um carinho imenso pelo irmão.

Audrianna é a típica mocinha de romance de época, aquela que é à frente de seu tempo, não vive totalmente de acordo com as convenções e determinada, busca justiça por acreditar na inocência de seu pai, mesmo quando todas as provas vão mostrando o contrário.

A aproximação dos dois é muito interessante. Começa é claro, com aquela repulsa, por ele ser o culpado de acusar seu pai, mas depois o charme e a atração se tornam inevitáveis e os dois se rendem. Gostei muito da forma irônica como os dois se falam algumas vezes.

Enfim, para quem gosta de romance de época, está aí um prato cheio.
Logo, logo parto para o livro 2. São quatro nesta série.

Leia e divirta-se!

Até a próxima!

Comentários

  1. Este livro está na minha lista de desejos, pois já li outros da autora e gostei.
    Eu curto muito essas histórias de época, se tem ironia nos diálogos então com certeza vou curtir
    bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário